• Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle

© 2019 V IBMR MUN

III Comitê da Assembleia Geral Das Nações Unidas para Assuntos Sociais Culturais e Humanitários - SOCHUM

A cada ano, a perseguição por viés religioso e político se intensifica no âmbito global. O número de indivíduos com medo de professar sua fé ou expressar sua opinião tem aumentado, bem como daqueles que têm de escolher entre permanecer fiel as suas crenças ou manter seus filhos seguros. Em sua compreensão clássica, a perseguição religiosa é realizada ou respaldada pelo Estado. A realidade, porém, mostra que isso não é geralmente o que acontece. Nos dias de hoje, o papel de agentes não estatais é cada vez mais visível, um exemplo disso são os grupos extremistas, tais como o ISIS, o Boko Haram e o Al-Shabaab. Dentre os dez países com os maiores índices de perseguição religiosa, cinco estão na Ásia Central.

Os Países do Oriente Médio se destacam nas listas dos países mais perigosos para a liberdade de imprensa no mundo, onde três países estão entre os dez com maior nível de censura. Na região, os indícios de perseguição as opositores do governo, bem como desrespeito a liberdade de expressão de grupos de oposição, geraram e ainda geram conflitos internos e agressões aos direitos humanos, como por exemplo os conflitos no Iêmen e na Síria.
 

O III Comitê da Assembleia Geral das Nações Unidas para Assuntos Sociais Culturais e Humanitários, mais conhecido como SOCHUM, lida com direitos humanos, assuntos humanitários e assuntos sociais, e no V IBMR MUN abordará:
 

Agenda A: Liberdade de expressão das oposições no Oriente Médio

Agenda B: Perseguição política e religiosa na Ásia Central

Marcos Alves (Relações Internacionais,IBMR) - Diretor Geral

Isabelle Guimarães (Colégio Militar do Rio de Janeiro) - Diretor Adjunta

Ronaldo Raposo (Relações Internacionais, PUC) - Diretora Adjunto

Idioma: Português